Apple d√° ao Google a estrela da IA

maçã tem queimado outro pesquisador talentoso na área deinteligência artificial para Google: Ian Goodfellow é um dos nomes mais citados no setor e trabalhou não apenas para a Big G, mas também para a OpenAI, a empresa de IA fundada por Elon Musk.

Conforme relatado pela CNBC, a Goodfellow atualizou recentemente seu perfil do LinkedIn para indicar que agora funciona para a Apple como diretor de aprendizado de máquina na divisão de projetos especiais da empresa. Não é a primeira vez que a Apple tira um talento de IA do Google, isso já aconteceu com John Giannandrea, um dos principais executivos de inteligência artificial do Google.

Goodfellow, 34, √© mais conhecido por introduzir GAN (redes advers√°rias generativas) em 2014. “Eles s√£o uma classe de algoritmos de intelig√™ncia artificial usados ‚Äč‚Äčno aprendizado de m√°quina n√£o supervisionado, que implementa dois sistemas de redes neurais que se desafiam em uma estrutura de jogo de soma zero”, explica a Wikipedia.

Simplificando, os GANs se tornaram “famosos” porque podem ser usados ‚Äč‚Äčpara gerar imagens falsas convincentes e s√£o parte integrante de muitos softwares “Deepfake”, nos quais, por exemplo, o rosto de uma pessoa √© aplicado ao corpo de outra.

Em suma, ele √© certamente uma pessoa valiosa que qualquer empresa gostaria em sua equipe. A Apple tem uma grande necessidade acompanhar a frente da IA ‚Äč‚Äčnos concorrentesespecialmente ao olhar para assistentes virtuais, onde Siri est√° muito atr√°s em compara√ß√£o com o Amazon Alexa e o Google Assistant.

A contribui√ß√£o da Goodfellow tamb√©m servir√° para outros projetos da casa de Cupertino, ainda envolvida no condu√ß√£o aut√īnoma e em v√°rias frentes como a realidade aumentada, um campo que poderia ver um aspecto fundamental na intelig√™ncia artificial.