Apple: novo bug no FaceTime e no Congresso dos EUA abre uma investigação

As chamadas de v√≠deo em grupo para o aplicativo FaceTime foram bloqueadas na semana passada devido a um bug que permitia que usu√°rios mal-intencionados ouvissem a pessoa chamada antes mesmo de responder. Como prometido, Apple lan√ßou a atualiza√ß√£o de software iOS 12.1.4 na √ļltima quinta-feira, corrigindo o erro.

Nesta ocasi√£o, a empresa Cupertino realizou uma verifica√ß√£o geral de seguran√ßa, identificando uma nova falha relacionada ao movimento de fotos para o Live Photos. Para usu√°rios que n√£o instalaram a atualiza√ß√£o mais recente, a seguran√ßa tamb√©m foi garantida por meio de uma atualiza√ß√£o no servidor que bloqueou a funcionalidade das vers√Ķes iOS e Mac OS.

A descoberta de bugs da semana passada levou a a√ß√Ķes judiciais e uma investiga√ß√£o do Congresso dos Estados Unidos que fez v√°rias perguntas diretamente ao CEO Tim Cook. Os congressistas tamb√©m pediram √† Apple que fornecesse detalhes das medidas que haviam sido tomadas e, especialmente, explicando quanto tempo a empresa agiu ap√≥s a descoberta da vulnerabilidade.

A acusação é de que a Apple não foi completamente transparente e que a empresa não garantiu o maior respeito pela privacidade de seus usuários. Um erro que poderia causar outras dores de cabeça ao Colosso de Cupertino, além daqueles que ele já enfrenta na guerra legal contra a Qualcomm.