Apple: Preços em queda na China aumentam vendas de iPhone

A demanda pela Ășltima geração de iPhones foi menor que o esperado. Isso levou a Apple a baixar o preço de seus smartphones em alguns mercados, como o chinĂȘs. Pelo visto, a empresa Cupertino fez a escolha certa, registrando um aumento nas vendas de atĂ© 83%.

A Apple, como todos os fabricantes de smartphones, estĂĄ sofrendo as consequĂȘncias de desaceleração do mercado, especialmente no que diz respeito a dispositivos high-end. As razĂ”es sĂŁo muitas e variam de aumento de preços a ciclos de substituição mais longos. No caso da Apple mordida, os usuĂĄrios puderam desfrutar de seus iPhones ainda mais, graças ao programa de substituição de bateria.

Para melhorar a situação, no início de janeiro os preços dos iPhones foram reduzidos para revendedores de terceiros na China, permitindo que estes os revendessem a preços mais baixos. Segundo relatos, o Alibaba relatou um aumento de 76% nas vendas do iPhone após o corte de preço. A varejista chinesa Suning viu até um aumento de 83% para o iPhone XR e Tmall de 70% para o iPhone XS.

Vale ressaltar que tambĂ©m foi necessĂĄria uma redução de preços na China, devido Ă  forte concorrĂȘncia que distingue o mercado, que vĂȘ a presença de fabricantes como Huawei e Xiaomi. À luz desses dados, parece Ăłbvio que era uma estratĂ©gia que favorecia a Apple. O Colossus de Cupertino deve analisar esses resultados e aplicar a mesma escolha em outros mercados tambĂ©m recuperar essa queda de 15% no volume de negĂłcios registrado no primeiro trimestre de 2019.