Apple, problema 5G resolvido: acordo com a Qualcomm!

Apple e Qualcomm abriram o machado. De fato, as duas empresas americanas, depois de uma sĂ©rie de batalhas legais, finalmente chegaram a um acordo que, alĂ©m de sancionar a paz, tambĂ©m relança a colaboração mĂștua. De fato, a gigante de San Diego retornarĂĄ para fornecer chips Ă  empresa liderada por Tim Cook, com referĂȘncia particular aos modems 5G para smartphones. Assim, mesmo os iPhones estĂŁo se preparando para entrar no jogo para o novo padrĂŁo de rede.

Os termos do contrato nĂŁo foram divulgados na Ă­ntegra. O certo Ă© que todas as disputas legais que envolvem diretamente a Apple e a Qualcomm e os fabricantes contratados pelas duas empresas cessaram. AlĂ©m disso, a empresa sediada em San Diego receberĂĄ royalties da Cupertino por um valor nĂŁo comunicado e, simultaneamente, garantirĂĄ um suprimento plurianual de chips. O contrato tem duração de 5 anos (com a possibilidade de prorrogĂĄ-lo por mais 2 anos) e eficĂĄcia retroativa, sendo vĂĄlido a partir de 1Âș de abril de 2019.

Tim Cook e colaboradores, portanto, resolveram o problema 5G. A adoção do novo padrão de rede nos iPhones ficou para trås dos concorrentes diretos, principalmente devido às dificuldades de produção da Intel. Graças ao acordo com a Qualcomm, a Apple corrigiu a situação e, portanto, pode planejar imediatamente a chegada ao mercado do iPhone 5G. Neste ponto, não estå excluído o fato de jå haver notícias sobre o assunto no Keynote de 2019. Veremos.

De qualquer forma, uma batalha legal iniciada em 2017 se encerra, pois tivemos a oportunidade de contar a vocĂȘ em muitos artigos aqui no Tom’s, os quais convidamos vocĂȘ a se recuperar atravĂ©s dos links que vocĂȘ encontra incluĂ­dos neste artigo. A Apple estĂĄ, portanto, se preparando para desafiar o mundo Android tambĂ©m no terreno do 5G, com o novo padrĂŁo de rede que serĂĄ cada vez mais o protagonista do mercado de smartphones nos prĂłximos anos.