Apple retira o iPhone 7 e iPhone 8 do mercado alemão, devido à guerra com a Qualcomm

ma√ß√£ vai parar de vender iPhone 7 e iPhone 8 na Alemanhaem resposta √† vit√≥ria da Qualcomm no tribunal distrital de Munique. √Č a evolu√ß√£o mais recente (mas n√£o a √ļltima) da hist√≥ria que v√™ as duas empresas se oporem a uma quest√£o de patentes que se arrasta desde o in√≠cio de 2017.

Apenas alguns dias atrás, o gigante de Cupertino havia anunciado uma atualização de software para fazer legalize seus dispositivos na China, já em julho, ele havia informado que não usaria mais os modems da Qualcomm em seus smartphones, mudando para os da Intel.

Ju√≠zes alem√£es tamb√©m concordaram com a Qualcomm, Empresa sediada em San Diego. A Apple recorrer√°, mas, entretanto, suspendeu a venda dos dispositivos infratores, de acordo com o que o juiz ordenou. Na p√°tria, no entanto, as coisas est√£o indo de maneira um pouco diferente: aqui os ju√≠zes estabeleceram que a Qualcomm tem uma posi√ß√£o monopolista e, portanto, √© obrigada a conceder licen√ßas aos concorrentes tamb√©m. Foi a den√ļncia das autoridades norte-americanas que desencadeou a primeira den√ļncia da Apple.

iPhone 7

A quest√£o √© bastante complexa porque as patentes da Qualcomm s√£o diferentes e, em cada pa√≠s, os ju√≠zes s√£o chamados a se expressar separadamente em cada uma delas. Por exemplo, de acordo com o Financial Times, mesmo na Alemanha, a Apple havia resolvido um primeiro obst√°culo com uma atualiza√ß√£o de software. Mas a decis√£o recente, sobre uma t√©cnica de economia de energia, n√£o deixa outra possibilidade sen√£o retirar os dispositivos das lojas. Entretanto Intel, fornecedor de modems para os mais recentes iPhones, toma partido da Apple: De acordo com um comunicado de imprensa, a Qualcomm est√° apenas tentando “sufocar a competi√ß√£o