Apple Watch Series 4 pediu ajuda depois que uma mulher caiu

Aconteceu em Munique, Alemanha. Uma mulher de 80 anos caiu em seu apartamento e seu Apple Watch Series 4 prontamente pediu ajuda. Tudo isso graças à função de detecção de queda acidental integrada no mais recente smartwatch da empresa Cupertino, sobre o qual falamos neste artigo dedicado.

O incidente foi relatado por bombeiros que disseram que “um supervisor do centro de controle da polĂ­cia aceitou a chamada de emergĂȘncia de um Apple Watch “. O dispositivo nĂŁo apenas alarmou o resgate relatando o que aconteceu, mas ela tambĂ©m enviou as coordenadas da casa da mulher. Nesse momento, uma ambulĂąncia foi enviada para o endereço indicado e os bombeiros foram chamados para abrir a porta fechada.

AlĂ©m de entrar em contato com os serviços de emergĂȘncia, o Apple Watch enviou uma mensagem de alarme ao filho da mulher que o possuĂ­a anteriormente definido como um contato de emergĂȘncia. Felizmente, a mulher nĂŁo ficou ferida. NĂŁo Ă© a primeira vez que o dispositivo de Ășltima geração se mostra Ăștil em situaçÔes semelhantes. Isso jĂĄ aconteceu em outubro passado na SuĂ©cia e fevereiro na Noruega, onde um homem foi encontrado sangrando depois de cair no banheiro.

O Apple Watch Series 4 nĂŁo liga para os serviços de emergĂȘncia imediatamente, mas emite um alarme que, se nĂŁo for cancelado em 75 segundos pelo usuĂĄrio, ativa a chamada de emergĂȘncia. A função estĂĄ ativa por padrĂŁo para usuĂĄrios acima de 65 anos. Caso contrĂĄrio, ele pode ser ativado manualmente a partir das configuraçÔes. O motivo Ă© minimizar os falsos positivos que poderiam ocorrer mais no caso de atividades esportivas intensas e especĂ­ficas.

Em suma, os dispositivos que constantemente nos acompanham ao longo de nossos dias começam a se tornar ferramentas que – ainda que minimamente – podem ser Ășteis do ponto de vista da saĂșde. Lembramos, por exemplo, a possibilidade de realizar uma espĂ©cie de eletrocardiograma com o Apple Watch Series 4.