Entre com a Apple: os desenvolvedores serão forçados a colocá-lo em aplicativos

Uma das not√≠cias anunciadas durante a WWDC 2019 realizada ontem em San Jos√© √© a fun√ß√£o Entrar Whit Apple. √Č sobre uma op√ß√£o de acesso que estar√° dispon√≠vel em aplicativos e servi√ßos desenvolvidos por terceiros que √© uma alternativa aos logins j√° conhecidos por meio da sua conta do Facebook ou do Google. Recebendo as novas diretrizes para a App Store, os desenvolvedores perceberam que o suporte ao novo m√©todo de autentica√ß√£o ser√° obrigat√≥rio e n√£o √© opcional.

O recurso foi anunciado como uma alternativa mais segura aos do Facebook e Google, mas a empresa não especificou no palco que Entrar com a Apple ele deve estar disponível nos aplicativos que permitem esse tipo de autenticação e coexistirá com as possibilidades de acesso via Google ou Facebook.

O acesso √† Apple estar√° dispon√≠vel para testes beta neste ver√£o“- escreve Apple -“Ser√° necess√°rio como uma op√ß√£o para usu√°rios em aplicativos que suportam acesso de terceiros quando estiver dispon√≠vel comercialmente no final deste ano

A Apple enfatizou repetidamente o conceito de privacidade e segurança em relação ao novo recurso. Entrar com a Apple autentica o usuário via Face ID ou Touch ID sem expor dados confidenciais. A empresa Cupertino também garantiu que o sistema possa criar um email aleatório para acessar vários sites, serviços e aplicativos. Dessa forma, o usuário não será forçado a usar o email pessoal. Quem sabe como os desenvolvedores que se acham incapazes de coletar os dados de seus usuários reagirão.