iPad Pro 10.5, benchmarks superiores ao MacBook Pro de 13 ″

iPad Pro 10.5 passou eu MacBook Pro de 13 polegadas (gera√ß√£o 2016 e 2017) em alguns benchmarks. Foi o que emergiu dos testes realizados pela revista BareFeats, que pensaram bem em fazer uma compara√ß√£o muito ampla, abrangendo diferentes dispositivos. S√£o resultados que atestam a grande import√Ęncia desse produto nas estrat√©gias ma√ß√£, que visa reviver toda a ind√ļstria de tablets.

As plataformas de benchmark usadas para os testes foram duas, ou seja, GeekBench 4 √© GFXBench. O primeiro destaca o desempenho da CPU e da GPU, enquanto o √ļltimo se concentra no desempenho gr√°fico. Os dispositivos levados em considera√ß√£o foram: iPad Pro 10.5, iPad Pro 12.9 (edi√ß√£o 2017), iPad Pro 9.7, iPad Pro 12.9 (edi√ß√£o 2015), MacBook Pro de 13 polegadas (2016 e 2017).

iPad Pro 10.5

Uma compara√ß√£o muito particular, portanto, objetivou verificar o real salto dado pela nova gera√ß√£o de iPad Pro respeito a MacBook Pro de 13 polegadas. Os resultados foram, em parte, surpreendentes, certificando como ma√ß√£ trabalhou para reduzir ainda mais a dist√Ęncia entre as plataformas m√≥vel e de desktop.

Leia também: Official iPad Pro 10.5 e Apple HomePod, SIRI chega em casa

Quanto ao teste do processador, os resultados single-core viram o 2017 MacBook Pro de 13 polegadas na liderança, graças aos seus 4650 pontos, seguidos de perto pelo modelo de 2016 com 4417 pontos. Imediatamente atrás estão os dois iPad Pro 2017, substancialmente igual a 3950 e 3920 pontos. Na parte inferior do ranking iPad Pro 2015-6, com o modelo de 12,9 polegadas que obteve 3081 pontos e o modelo de 9,7 polegadas que fecha a tabela com 3007 pontos.

benchmark do iPad Pro 10.5

Este primeiro teste destacou um aspecto fundamental, a saber, o aumento nas pontua√ß√Ķes dos iPad Pro 2017 comparado √† gera√ß√£o anterior, que era de 30%. Trata-se de dados indubitavelmente relevantes, considerando, entre outras coisas, o curto per√≠odo de tempo entre as apresenta√ß√Ķes dos dispositivos.

As pontua√ß√Ķes multin√ļcleo s√£o ainda mais interessantes. o 2017 MacBook Pro de 13 polegadas ele novamente se posicionou no topo do ranking com 10261 pontos. Atr√°s dele, no entanto, a variante de 2016 n√£o estava posicionada, mas as novas iPad Pro 2017, com 9332 pontos para as 10,5 polegadas e 9220 pontos para as 12,9 polegadas. Quarta posi√ß√£o para o MacBook Pro de 13 polegadas 2016 com 8509 pontos, enquanto os dois iPad Pro 2015/6 s√£o mais destacados.

Avaliação do iPad Pro 10.5

Os novos em multi-core iPad Pro passaram a pontua√ß√£o de MacBook Pro 2016. Ainda mais percept√≠vel √© o aumento de desempenho em compara√ß√£o √† gera√ß√£o anterior, com pontua√ß√Ķes cerca de 80% maiores. O novo processador A10 Fusion X parece, portanto, convencer completamente e o far√° ainda mais no campo gr√°fico.

√Č de fato da plataforma GFXBench que os dados mais surpreendentes chegaram. Os novos iPad Pro 2017 eu j√° passei MacBook Pro De 13 polegadas (vers√Ķes de 2016 e 2017), colocando-se a uma grande dist√Ęncia da gera√ß√£o anterior de iPad Pro. Resultados surpreendentes, tendo em mente alguns aspectos fundamentais.

Comparação do iPad Pro 10.5

De fato, deve-se lembrar que os benchmarks n√£o s√£o necessariamente uma express√£o do desempenho di√°rio real. Sem d√ļvida, eles representam uma indica√ß√£o importante da pot√™ncia real de um determinado produto, mas est√° claro como eles devem ser tomados com um alicate de qualquer maneira. Pensamos, por exemplo, nos resultados dos benchmarks gr√°ficos obtidos por 2017 MacBook Pro de 13 polegadas, que pode ter sido afetado por uma otimiza√ß√£o ainda imatura.

Leia também: Apple, nossa primeira abordagem com o iOS 11 beta

Por outro lado, no que se refere ao novo iPad Pro 10.5indica√ß√Ķes importantes tamb√©m vieram da desmontagem completa realizada pelos t√©cnicos da eu resolvo isso, que confirmou a presen√ßa de ben 4 GB de RAM. √Č, portanto, o primeiro dispositivo m√≥vel ma√ß√£ equipado com esta quantidade de mem√≥rias que, juntamente com o SoC A10 Fusion Xevidentemente ajudou a impulsionar os benchmarks.

benchmark do iPad Pro 10.5

Em particular, os técnicos de eu resolvo isso detectaram dois bancos de RAM LPDDR4 a 1.600 MHz. O fabricante é Micron e o código do modelo específico do chip é MT53B256M64D2PX-062. Também interessante é a presença de uma bateria de 8134 mAh, o que deve garantir a excelente autonomia usual. De resto, não surpreende a pontuação muito baixa de reparabilidade, que é 2/10, que agora se tornou uma constante para iPad.

Desmontagem do iPad Pro 10.5 iFixit
Os módulos de RAM do iPad Pro 10.5 são laranja

iPad Pro 10.5 por isso, aparece no mercado com vários elementos interessantes. maçã parece ter feito um trabalho importante, na lógica de poder relançar o segmento de tablets. De qualquer forma, adiamos qualquer consideração na revisão, pendente para poder observar a tendência real do mercado deste dispositivo.


Tom’s Recommend

iPad 9.7 é o novo tablet maçã 2017 projetado para a gama média. Amazonas oferece uma série de capas de livros para este modelo.