iPad Pro com bateria de 10307 mAh, mas é difícil de reparar

O iPad Pro monta um bateria grande (3.77 V, 10307 mAh, 38,8 Wh), mas a Apple poderia ter feito mais se quisesse. Isso é revelado pelo iFixit que, em seu desmantelamento usual, descobriu que novos alto-falantes roubam um espaço que poderia ter sido usado para aumentar ainda mais a bateria (+ 50%) e, portanto, a autonomia. Lembre-se, no entanto, que o concorrente direto Surface Pro 4 não vai além de um pacote de 5087 mAh (38,2 Wh, 7,5 V) e o iPad Air 2 para a 7340 mAh (27,62 Wh, 3,76 V).

A bateria do iPad Pro
Bateria IPad Pro

Na pr√°tica, a Apple usou o espa√ßo dispon√≠vel para criar espa√ßos reais caixas de mini-resson√Ęncia (no chassi) com tampas de fibra de carbono para os 4 alto-falantes de per√≠metro; ser√° necess√°rio descobrir na revis√£o quais ser√£o os efeitos na qualidade do √°udio. A Apple reivindica um aumento de 300% no desempenho em rela√ß√£o aos iPads comuns.

Os alto-falantes se comportam no modo “inteligente”, pois todos reproduzem as baixas frequ√™ncias, mas dependendo do posicionamento vertical ou horizontal do tablet, os altos sempre v√™m apenas das unidades colocadas mais altas.

resson√Ęncia
A “caixa de resson√Ęncia”

A boa notícia é que trocar a bateria está mais fácil do que nunca. A mesma facilidade de acesso não pode ser dita para os outros componentes. A taxa de reparabilidade decretada pelo iFixit é de fato apenas 3 pontos em 10. Há muita cola, a tela LCD de 12,9 polegadas é fundida com o painel frontal e o Smart Connector (para o teclado externo) é praticamente impossível de substituir.