Nova bateria de íons de alumínio é carregada em 1 minuto [video]

Chegamos ao ponto em que temos telas QHD e processadores poderosos em nossos telefones celulares hoje em dia, mas o eterno problema chamado “bateria” permanece sem solu√ß√£o. Muitas vezes vemos pesquisadores descobrindo algo novo, por enquanto, se observarmos algum desenvolvimento real na pr√°tica.

Cientistas da Universidade de Stanford est√£o trabalhando em uma nova inova√ß√£o que poderia trazer baterias de √≠ons de alum√≠nio de alto desempenho que carregam extremamente r√°pido, s√£o mais econ√īmicas e duram mais.

Diferentemente das baterias de √≠on-l√≠tio que podem explodir sob certas condi√ß√Ķes, essa bateria da Universidade de Stanford em particular n√£o representa esse risco.

A bateria √© composta por dois eletrodos, um √© um c√°todo com carga positiva e o outro √© um √Ęnodo de alum√≠nio com carga negativa. A bateria combina uma eleva√ß√£o de alum√≠nio e uma descida de grafite, juntamente com um l√≠quido eletrol√≠tico i√īnico, em um “estojo” flex√≠vel.

Experimentos demonstraram que as baterias de íons de alumínio têm 7.500 ciclos de recarga sem perder nenhuma de suas capacidades. Respectivamente, as baterias de lítio têm cerca de 1000 ciclos. Portanto, dada a capacidade de carregar a bateria em 1 minuto, estamos falando de um desenvolvimento muito importante.

Al√©m disso, o alum√≠nio √© mais barato que o l√≠tio, portanto, as baterias s√£o mais econ√īmicas e, ao mesmo tempo, flex√≠veis, podem permitir um melhor desenvolvimento de smartphones flex√≠veis.

Digamos que ainda há um longo caminho a percorrer antes que essa tecnologia chegue ao mercado, mas é definitivamente um desenvolvimento significativo.

Bateria Fraca