Nova tecnologia para baterias de lítio que não correm o risco de explodir

O problema com as baterias de lítio que usamos hoje é que, quando danificadas ou superaquecidas, há o risco de explodir. Não é incomum ver smartphones ou outros gadgets explodirem todos os dias, causando até danos físicos.

Pesquisadores da Universidade de Stanford criaram a primeira bateria de lítio que não corre o risco de explodir. O que eles conseguiram fazer é tornar uma bateria inteligente o suficiente para diminuir sua temperatura quando perceber que superaqueceu. Quando atinge a temperatura segura desejada, reinicia para começar a trabalhar novamente.

Mais importante ainda, a técnica de aquecimento e resfriamento não afeta o desempenho da bateria. Isso é feito através da nanotecnologia e do uso de nano espigões (pinos). Esses pinos se tocam e têm uma corrente elétrica fluindo através deles. Quando a bateria aquece demais, os pinos se afastam e não se tocam; portanto, a eletricidade é cortada para que a bateria não superaqueça e exploda.

Infelizmente, ainda não sabemos quando essa tecnologia será aplicada às baterias de lítio, mas é um desenvolvimento muito importante.

no-explodindo-lítio-01-570

não-explodindo-lítio-570

Fonte: 1.2