O iOS 13 prolongar√° a vida √ļtil das baterias do iPhone, eis como

O iOS 13, a nova vers√£o do sistema operacional m√≥vel da Apple, apresenta v√°rios novos recursos. Falamos sobre isso em um artigo dedicado, √† margem da confer√™ncia de abertura da WWDC 2019. No entanto, como frequentemente acontece, um novo recurso desenvolvido pela empresa Cupertino ficou um pouco abafado. e chamado “Recarga otimizada”. Tra√ßos podem ser encontrados na p√°gina de visualiza√ß√£o preparada pelo gigante californiano, na qual h√° uma se√ß√£o especial.

O modo de recarga otimizada tem o objetivo para prolongar a vida √ļtil das baterias do iPhone. Esse √© um recurso que, evidentemente, foi desenvolvido pela Apple em rela√ß√£o aos casos de liga√ß√£o entre o decl√≠nio no desempenho de smartphones da empresa Cupertino e o desgaste das baterias. Uma quest√£o que nos levou a discutir enormemente entre o final de 2017 e o in√≠cio de 2018, a ponto de pressionar a gigante californiana a iniciar um programa de substitui√ß√£o de baterias a pre√ßos subsidiados.

‚ÄúO carregamento otimizado ajuda a retardar o envelhecimento da bateria, reduzindo a quantidade de tempo que o iPhone permanece totalmente carregado. O iPhone aprender√° sua rotina di√°ria, esperando terminar de cobrar mais de 80%, at√© que voc√™ precise us√°-lo “, esta √© a passagem que pode ser lida na p√°gina de visualiza√ß√£o do iOS 13 no portal dos EUA da empresa Cupertino.

Para entender completamente essa modalidade, devemos primeiro lembrar alguns aspectos-chave das baterias de √≠ons de l√≠tio, presente precisamente em smartphones. Em primeiro lugar, eles cobram at√© 80% mais r√°pido do que as tecnologias anteriores que, entre outras coisas, sofreram o chamado “efeito mem√≥ria”: em ess√™ncia, as baterias antigas perdiam a no√ß√£o de sua capacidade m√°xima se fossem constantemente recarregadas depois de t√™-las. fa√ßa o download apenas parcialmente.

Crédito da foto Рdepositphotos.com

Em contraste, no entanto, as baterias de √≠on-l√≠tio sofrem com o problema do ciclo m√°ximo de carga. Isso significa que, depois de muitos ciclos de carregamento, eles come√ßam a perder capacidade. Nesse sentido, vale ressaltar que o termo “ciclo de carregamento” n√£o significa simplesmente elevar a bateria de 0% a 100%. Por exemplo, de fato, se por cinco dias consecutivos recarregarmos de 80% a 100%, as v√°rias “cobran√ßas” de 20% acabar√£o constituindo um ciclo completo, ajudando a diminuir a capacidade total.

Al√©m disso, ficar perto de 100% de carga representa um risco de bateria a longo prazo devido ao superaquecimento. Nesses casos, de fato, os smartphones param de cobrar por um per√≠odo especificado e, em seguida, reiniciam. Isso significa que, ao recarregar durante a noite, quando atingir 100%, a porcentagem cair√° continuamente entre 95% e 98% e retornar√° a 100%. De fato, os ciclos de carregamento s√£o usados ‚Äč‚Äčvazios, sem, no entanto, usar ativamente o dispositivo.

√Č justamente nesse mecanismo que o novo modo de recarga otimizada do iOS 13. √© inserido. Gra√ßas a um algoritmo especial e um mecanismo de aprendizado de m√°quina, o sistema poder√° determinar a que horas do dia, geralmente, o usu√°rio tenta executar o ciclo completo de carregamento (geralmente √† noite). Desta forma, a carga do iPhone, uma vez que atinge 80%, ser√° mantido em torno deste limiar, para ser levado a 100% em conjunto com o momento em que o usu√°rio geralmente o desconecta da tomada el√©trica.

Dessa forma, voc√™ evita o superaquecimento da bateria (mantendo mais tempo longe de 100%) e diminua o total de ciclos de recarga. Obviamente, como sempre nesses casos, esperamos testar o iOS 13 e essa funcionalidade em campo, a fim de testar seus benef√≠cios reais. No entanto, n√£o h√° d√ļvida de que, no papel, √© um sistema capaz de prolongar a vida √ļtil das baterias. No entanto, os efeitos depender√£o muito da efic√°cia dos algoritmos de aprendizado de m√°quina, que ser√£o necess√°rios para rastrear efetivamente os h√°bitos dos usu√°rios.