Pesquisa revela que violência e videogame não estão relacionados

Pesquisa revela que violência e videogame não estão relacionados

De acordo com um novo estudo do Oxford Internet Institute, da Universidade de Oxford, não parece haver uma correlação entre videogames e agressão de adolescentes.

O resultado acima é algo que a comunidade de jogadores vem defendendo há vários anos, mas na maioria das vezes não responde à sua opinião, acreditando que uma das razões pelas quais os adolescentes mostram sinais de agressão foram os videogames.

O chefe da equipe de pesquisa, o professor Andrew Przybylski, diz que a idéia de que os videogames violentos são responsáveis ​​pela violência no mundo real é particularmente popular, mas nenhum esforço sério foi feito para investigar a situação mais de perto.

Pesquisas mostram que os videogames podem fazer com que os jogadores competam, fiquem com raiva e geralmente se comportam de maneira antissocial. Isso não significa que isso não possa ser causado pela observação de esportes violentos como hóquei no gelo, futebol americano (rugby) e luta profissional.

No entanto, a maioria dos pais permite que seus filhos assistam a esses esportes com mais conforto do que se envolvem em videogames que contêm ação e conteúdo “violento” (de acordo com o chefe da equipe de pesquisa).

Fonte