Pesquisa: smartphones são viciantes e precisam ser alertados

Hoje, os smartphones são usados ​​por quase todos, independentemente da idade, sexo ou situação financeira, no trabalho, educação, entretenimento etc. O problema, no entanto, é que um dispositivo tão comum agora pode nos afetar negativamente. Pesquisadores da Universidade de Derby tentaram entender isso com a pesquisa que publicaram e os resultados são tudo menos positivos.

Os 13% que participaram do estudo pareciam ser viciados em telefones celulares com um uso médio de 3,6 horas por dia. A maioria admitiu que o uso do smartphone causa distração em muitas áreas, como trabalho, leitura, hobbies, etc.

O estudo envolveu 256 usuários de celulares e respondeu a perguntas sobre como eles usam seus celulares. 87% entram nas mídias sociais, 52% responderam que usam aplicativos de mensagens e 51% lêem notícias.

O Dr. Zaheer Hussain, que conduziu a pesquisa, apontou que os telefones celulares são viciantes e devem estar atentos à saúde do usuário. Isso não significa que eles tenham os mesmos efeitos colaterais do álcool e do cigarro, mas devem avisar o usuário. “Os usuários precisam estar cientes dos efeitos viciantes das novas tecnologias e o aviso deve ser dado antes de comprar um telefone celular ou fazer o download de um aplicativo como Candy Crush ou Flappy Bird”, disse ele.

Além disso, é relatado que o narcisismo e o neuroticismo estão ligados aos smartphones, em particular o neuroticismo pode ser causado pelo uso de telefones celulares.

viciado em smartphone